15 de dezembro de 2016

voltar a casa

Os pequenos milagres dos teu olhos
a fronte limpa
as cores das areias e do mar alto
e os lábios macios
aquele pequena depressão onde me entrego
à luz do sorriso
É como chegar a casa
depois de andar perdida

Sem comentários: